15ª Conferência Internacional Anticorrupção
Conferência alerta para importância de mobilizar as pessoas
09/11/2012

 

Começou na última quarta-feira (7), a 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC, sigla em inglês), considerado o mais importante evento dedicado ao debate e à troca de experiências referentes a anticorrupção. Este ano o encontro acontece em Brasília, com o tema "Mobilização de Pessoas: Conectar agentes de mudança. Será que estamos prontos?"

 

A IACC reúne chefes de estados, representantes de governos, sociedade civil, acadêmicos, jornalistas e o setor privado para traçar estratégias para o desenvolvimento de medidas de prevenção e combate à corrupção. Em seu primeiro dia, a Conferência reuniu celebridades mundiais que desenvolvem ações de combate à corrupção em todo mundo, entre eles o vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2011, Tawakkol Karman, do Iêmen.

 

O Observatório Social de Brusque também está representado no evento, com a presença de seu diretor executivo, Evandro Gevaerd, que acompanha diversos painéis e faz algumas constatações.

 

De acordo com Gevaerd, as palestras do primeiro dia evidenciaram os malefícios da corrupção, seja ela política, econômica ou social, que se beneficiam do mau uso do processo democrático. As reflexões indicam que onde existe a concentração de poder, inclusive de idéias, torna-se um ambiente favorável a atos corruptos e nocivo ao estado democrático.

 

Existem diversas ferramentas para combater a corrupção, o que falta é motivação e coragem do poder público para estimular ações contra corruptos. Essa "corrupção legal" explora a ignorância e passividade do povo. É importante ressaltar que uma sociedade com educação forte está menos vulnerável, bem como quando há liberdade de imprensa.

 

Gevaerd avalia também que o avanço dos direitos das mulheres é uma referência na evolução da humanidade, quebrando paradigmas, assim como é a corrupção atualmente. Para ele, a sociedade deve preparar a nova geração de políticos com base em princípios e valores, com ampla participação da população. A nova ordem deve ser respeito e cooperação, sob pena de que as conseqüências negativas recaiam sobre todos.

 

O poder do cidadão
Em um dos painéis, um exemplo inspirador de atitude foi trazido ao debate. Na Índia, um garoto foi até uma repartição pública para tirar sua habilitação de motorista. Os funcionários atenderiam seu pedido mediante uma "gorjeta". O jovem não aceitou a proposta e gravou tudo em seu celular. Chegou em casa, socializou o fato e a gravação com seu grupo de amigos na internet. A indignação foi tanta que em um dia houve mais de 500 compartilhamentos. Logo os funcionários foram punidos e houve uma mudança no processo de retirada da carteira de motorista no País.

 

O exemplo mostrado na Conferência evidencia que a corrupção envolve de milhões de pequenos problemas, que devem ser corrigidos de baixo para cima. O celular e as redes sociais estão integrando e informando as pessoas, e as mudanças virão, basta inspirá-las, para que acreditem na sua capacidade de transformar as coisas.

 

A Conferência

A 15ª Conferência Internacional Anticorrupção acontece entre os dias 7 e 10 de novembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. A IACC é realizada a cada dois anos e sua última edição, em Bancoc, na Tailândia, reuniu cerca de 1,5 mil pessoas de 135 países.

 

O evento é promovido pela organização não-governamental Transparência Internacional (TI), e organizada pela Amarribo Brasil e pela Controladoria-Geral da União (CGU), com o apoio do Instituto Ethos.

 

 

 
Fique por dentro do Observatório Social de Brusque e acompanhe as novidades.
Telefone: (47) 3355-5221
Rua Rodrigues Alvez 165
Edifício Quartzo Sala 203
CEP: 88350-160
Brusque - SC
© 2012-2017 OBSERVATÓRIO SOCIAL DE BRUSQUE